Horário de Funcionamento:

Seg - Sex: 07h00 - 17h00

Escolher trabalhar em regime CLT e PJ (pessoa jurídica) vem se tornando muito comum entre profissionais e estudantes, principalmente para aqueles que estão na área do marketing digital e da comunicação em geral. Isso porque, com a mudança no mercado de trabalho, hoje as pessoas contam com segmentações de serviços considerados mais flexível, com a oportunidade de trabalhar em casa, na maioria das vezes. 

A flexibilização da jornada de trabalho, por exemplo, vem cada vez mais atraindo os jovens profissionais e recém-formados, já que a maioria prefere ter disponibilidade de horário a bom salário. 

No entanto, a experiência e o tempo de trabalho (comprovados pela carteira de trabalho) ainda pesam na escolha por um profissional. Além disso, candidatos com mais tempo de trabalho costumam ir melhores em entrevistas, independente do currículo. A seguir, confira os benefícios de ser assegurado pelo regime CLT

 

Vantagens de ser assegurado pelo regime CLT

O funcionário que é registrado em carteira de trabalho tem direito às seguintes vantagens:

- Férias

- Seguro-desemprego, caso seja demitido 

- Vale transporte 

- Aviso prévio

- Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)

- Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS)

- Abono salarial

- Descanso Semanal Remunerado (DSR)

 

Entre as desvantagens da CLT, estão o alto custo para a empresa manter o funcionário com carteira assinada e, em relação aos colaboradores, os descontos aos impostos cobrados na folha de pagamento.

Muitos especialistas afirmam que a procura pelas empresas por funcionários que sejam pessoas jurídicas aumentou devido aos altos impostos que eles devem pagar para manter os colaboradores. A seguir, descubra como funciona o regime de Pessoa Jurídica.

 

O que é PJ?

Antes de tudo, é preciso ter em mente que, diferentemente do regime da CLT, a pessoa jurídica não tem vínculo empregatício com a empresa que está aceitando os serviços. 

A vantagem desse regime é a flexibilidade de horários e a dispensabilidade da exclusividade de trabalho para as empresas. Ou seja, uma pessoa jurídica pode prestar serviços para vários contratantes ao mesmo tempo.

 

Desvantagens de ser PJ

- Ausência de benefícios, como seguro-desemprego e férias

- Instabilidade, já que a ausência de um contrato fixo pode ser um incômodo para alguns profissionais

- Despesas contábeis, já que toda pessoa PJ deve abrir uma conta para a empresa e contratar um contador para efetuar os pagamentos, declarar e organizar os tributos.

Nesse caso específico, existe uma excessão dessa última regra. Para quem é Microemprededor Individual (MEI), o próprio empreendedor pode realizar toda a parte burocrática sozinho, mas há um limite de receita anual que não pode ser excedido. 

 

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com nossos contadores!